Rota Transportes inova ação no Mutirão do Diabetes e distribui picolés zero açúcar

A Rota Transportes, empresa do Grupo Brasileiro, mais uma vez surpreendeu os participantes do Mutirão do Diabetes de Itabuna, realizado no sábado, 23 de novembro, com a inovadora distribuição de picolés zero açúcar. A atividade fez conexão com as redes sociais, se destacou em virtude da alta temperatura registrada naquela manhã e chamou a atenção de milhares de pessoas presentes ao evento.

Para degustar o picolé sem açúcares, nos sabores morango e chocolate, o interessado seguia a campanha “Sua hastag vale um picolé” da seguinte forma: tirava uma foto no ônibus ou no banner da ação da Rota, publicava nas redes sociais, marcava @rotatransportes e usava as hastags #rotanomutirao e #mutiraododiabetes.
Desde que foi iniciado, há 15 anos, o Mutirão do Diabetes conta com a parceria da Rota Transportes, que valoriza a iniciativa pela prevenção à saúde e a mobilização comunitária em torno do evento. Promovido pela ONG Unidos pelo Diabetes, Hospital de Olhos Beira Rio e Associação dos Diabéticos de Itabuna, o Mutirão já se tornou uma referência e hoje é realizado em diversas cidades brasileiras e em algumas do exterior.
Este ano, o Mutirão do Diabetes contou com o apoio de 1.200 voluntários e realizou cerca de 15 mil procedimentos. A infraestrutura montada na Avenida Mário Padre, no centro de Itabuna, teve estandes para todo tipo de atendimento, um espaço dedicado especialmente às crianças, além do uso das dependências do Hospital de Olhos Beira Rio e do Lap Laboratórios. A Prefeitura de Itabuna ofereceu apoio logístico no trânsito e de equipes da Secretaria de Saúde.
Através de promoção institucional da RecordTV Cabrália, o Mutirão mobilizou milhares de pessoas. No palanque armado no centro da praça da Mário Padre, aconteceu a abertura oficial do evento pelo oftalmologista Rafael Andrade e pelo prefeito Fernando Gomes. Houve também show especial da Banda Lordão e a realização do programa Balanço Geral, da RecordTV, ao vivo, com o apresentador Tom Ribeiro.

15 anos – Para o coordenador do Mutirão do Diabetes, oftalmologista Rafael Andrade, chegar aos 15 anos do evento é um momento muito especial, principalmente pelo fato de iluminar a cidade de azul, trazer autoestima às pessoas, além de saber que outras 30 cidades também já realizam um mutirão inspirado no de Itabuna.
Segundo Andrade, entre as lições aprendidas com o mutirão, primeiro está a constatação de que sozinho ninguém faz absolutamente nada e juntos é possível fazer o mundo mudar, seja contra o diabetes, contra a violência ou qualquer outro mal. Ele fez questão de elogiar o espírito de solidariedade da Rota Transportes, através do dinamismo da diretora de Desenvolvimento do Grupo Brasileiro, Elaine Carletto.

“Com certeza, Elaine e a Rota são parceiros especiais e tê-los conosco fortalece todo o projeto, e a gente quer que essa parceria continue e se fortaleça cada vez mais porque tem muita gente ainda para nós ajudarmos, juntos”, declarou Rafael Andrade. Perguntado sobre qual o seu sonho em torno do futuro do Mutirão, respondeu: não precisar mais fazer!